calldocumentfacebookmessagemypartnerwindowsapplegoogleplayworkerroutecoinspinterestplaysearchsmartphonetwittercaraccordeonvideoarrowarrowdownloaddownloaduploadsection_scrollerglobemapIcon-Shop-Websitecontactenergyhomebridgeshighrisetunnelmininghousearrow-uparrow-downarrow-leftarrow-leftarrow-circle-rightchevron-right-circleuserexternlinkclose
Concordo que este website use cookies para análises e conteúdo personalizado. Saiba maisOK
Contato
Concordo que este website use cookies para análises e conteúdo personalizado. Saiba maisOK

Soluções Doka para um mega desafio

19.08.2013 | Notícias
O desafio de uma obra a 3.200 metros acima do nível do mar e a 240 quilômetros da cidade mais próxima .
Escondida é uma mina de cobre localizada no deserto do Atacama, na Região de Antofagasta no Chile. Ela possui a maior reserva de cobre do mundo e desempenha um papel significativo na economia chilena, sendo responsável por cerca 2,5% do produto interno bruto do País e também uma das dez maiores empresas em atividade.

Em um projeto que na sua totalidade receberá um investimento de 3.8 bilhões de dólares, a Bechtel do Chile contratou a Doka para participar da obra que é um verdadeiro desafio logístico, principalmente pelo grande volume de equipamentos. Distante cerca de 1.600 quilometros do depósito mais próximo da Doka a sua finalidade é dividir a produção da mina que hoje é concentrada na planta de Los Colorados, ampliando assim a produção de cobre para 152.000 toneladas ao dia.

O desafio logístico

Para conseguir atender ao exigente cronograma da obra, iniciada em Maio de 2012 e deve ser concluída em Julho de 2014, o trabalho no local precisa ser realizado durante os 7 dias da semana, em quase todos os 365 dias do ano.

A obra obedece ao sistema de engenharia “fast track”, onde os projetos são realizados paralelamente a construção e são disponibilizados para a Doka na versão final apenas algumas semanas antes da efetiva construção. Somente a partir desse momento é definido com o parceiro as especificações para melhor atendimento das demandas, o que torna os prazos realmente apertados.

O desafio torna-se ainda maior com a necessidade de adaptações frequentes no projeto devido às condições do local onde a obra é realizada. Mudança nas condições climáticas e do terreno fazem com que a capacidade de ajustes rápidos no projeto sejam constantes. E ainda, colaborando para esse cenário desafiador, a obra se desenvolve a uma altitude de 3.200 metros e a 240 quilômetros da cidade mais próxima.

O projeto como um todo abrange fundações, pilares e paredes do edifício Moinho, com células de flotação de 3,0 metros de espessura da laje para trabalho do minério bruto (Stockpile), tanques espessantes com 125 metros de diâmetro, túneis elétricos, fundações e pontes para transportadores de cargas, área de concentração com as fundações, paredes e lajes.

As soluções Doka utilizadas.

Para superar essas dificuldades impostas pela complexidade da obra, um conjunto de soluções estão sendo utilizadas para um resultado que somente a Doka poderia proporcionar.

Entre as soluções está a utilização das Fôrmas moduladas Framax e Frami Xlife que com o seu sistema modular garante elevada rentabilidade e agilidade na execução.

Com a Fôrma trepante MF240, que permite ciclos de trabalho regulares em todas as estruturas, tais como edifícios de grande altura, pilares e super pilares, obtém-se um trabalho seguro em todas as fases da construção, já que o sistema modular flexível é versátil e de fácil manuseio, gerando também economia de tempo e de recursos. Este sistema também permitiu ao cliente economizar andaimes, pois é possível trabalhar de maneira cômoda e segura na plataforma de 2,4m de largura do MF240 para a instalação do sistema de fôrmas para paredes.

Também utilizou-se a Fôrma para barragens D22, que possui elevada capacidade de carga e segurança no trabalho. Dois sistemas que permitem a adaptação a qualquer estrutura maciça de concreto, como por exemplo a possibilidade de concretagem de blocos de 4 metros de altura, provando assim a eficiência da solução.

As Plataformas dobráveis em K que foram incorporadas à obra são pré-montadas e prontas para utilizar com componentes padronizados para todos os tipos de aplicação. Com reduzido volume de armazenagem e transporte, planejamento simples, elevada capacidade de carga e utilização flexível conforme a necessidade de segurança, foi uma importante aliada na superação dos desafios logísticos do projeto.

Resultados a altura dos grandes desafios.

A pré-montagem das fôrmas no depósito da Doka, a conexão entre as plataformas de trabalho e sistemas de fôrmas para paredes, permite grandes movimentos de grua, elevando o sistema completo para a próxima etapa de concretagem e tornando todo o processo mais rápido.

O fato dos manuais estarem disponíveis tanto em espanhol como inglês e a apresentação de soluções completas de portfólio de produtos garantem com que todo o projeto da obra seja mais seguro e que se mantenha um elevado padrão de qualidade.

Além desses pontos, um dos principais quesitos para que a Doka participasse do grandioso projeto no Chile está na capacidade de fornecer diferentes soluções de engenharia que foram apresentadas e discutidas na fase da proposta. Para a contratante Bechtel, ter a possibilidade de resolver todas as questões relacionadas a fôrmas com um único fornecedor, gerando menor esforço administrativo para controlar e coordenar o trabalho foi um fator determinante para a escolha da DOKA.

Também poderá estar interessado em:

Muskrat Falls - Doka como parceiro para o maior projeto de construção no Canadá

07/09/2014 | Imprensa

Doka participa da ampliação do Swissotel na capital Peruana.

12.05.2014 | Notícias