calldocumentfacebookmessagemypartnerwindowsapplegoogleplayworkerroutecoinspinterestplaysearchsmartphonetwittercaraccordeonvideoarrowarrowdownloaddownloaduploadsection_scrollerglobemapIcon-Shop-Websitecontactenergyhomebridgeshighrisetunnelmininghousearrow-uparrow-downarrow-leftarrow-leftarrow-circle-rightchevron-right-circleuserexternlinkcartissuuclosekeystarweb

Ingenieurskunst à la Doka

A construção de pontes

19.08.2021 | Imprensa
Ingenieurskunst à la Doka
As pontes são atravessadas, de preferência o mais rapidamente possível, porque nunca se sabe. Os peritos têm até um termo para isso: gefirofobia, medo de pontes. No entanto, as obras de arte que se espalham pelo vale são arte de alta engenharia, veja-se a nova Ponte Aftetal na Renânia do Norte-Vestfália. Está na hora do reconhecimento.

Impressões

  • Gruppenleiter Markus Mühlnickel von Doka.
  • Aftetalbrücke
  • Aftetalbrücke
  • Aftetalbrücke
  • Aftetalbrücke
  • Aftetalbrücke
  • Aftetalbrücke
  • Aftetalbrücke
  • Aftetalbrücke
  • Aftetalbrücke
Qualquer automobilista está familiarizado com isto: abrandar, um sinal de aviso de perigo de estradas escorregadias ou ventos laterais, com o indicador de direção do vento, e um pequeno barulho nas estruturas de transição, onde se sobe e desce novamente. É tudo o que normalmente se vê de uma ponte. A sua verdadeira beleza raramente se revela ao viajante. Quem sabe os nomes das pontes, quanto mais os nomes das empresas envolvidas na sua construção?

Provavelmente quase ninguém conhece a equipa de especialistas de cofragem Doka à volta de Matthias Urban e Markus Mühlnickel. Embora estejam sempre disponíveis quando há um projeto complexo de ponte em betão algures na Alemanha. Seja em carros de avanço, tabuleiros empurrados ou vigas de lançamento. Um exemplo impressionante é o colosso de aço e betão chamado Ponte Aftetal - quase 800 metros de comprimento, com pilares de cerca de 66 metros de altura, alguns deles com até 120 metros de distância. Um viaduto que pretende aliviar a cidade vestfaliana de Bad Wünnenberg e, a longo prazo, tornar a viagem entre Brilon e Paderborn mais descontraída.

Urban, o gestor do projeto, afirma: “Esta é uma ponte imponente, muito longa e de grande envergadura, e os pilares são muito maciços. Isto não acontece muitas vezes”. E isso significa algo: A Doka fornece, há muito tempo, equipamento e conhecimentos de engenharia para as vias de transporte de travessia de vales e rios, tais como a ponte Lahntal, a Nuttlar, a Pfädchensgraben ou a Tiefenbach. Mesmo após 15 e 27 anos de trabalho, os engenheiros dizem: “somos um departamento apaixonado por pontes”. Mühlnickel, o líder do grupo, cita Antoine de Saint-Exupéry, que escreveu que se deve despertar nas pessoas o anseio pelo mar vasto e interminável, porque então o navio é muito mais fácil de construir. Provavelmente, isso também se aplica a pontes: é melhor ter o tráfego fluente à sua frente logo desde o início. É assim que surge a motivação e o entusiasmo. Uma ponte, diz o engenheiro, está sempre exposta e molda significativamente a paisagem. É uma bela sensação ver como cresce e acaba por criar ligações entre lugares e pessoas.

“As pontes são estruturas clássicas de engenharia civil”, diz Urban, porque normalmente consistem em encontros e pilares, capiteis e uma superestrutura. No entanto, só se assemelham à primeira vista. À segunda vista, há nelas muita arte de engenharia diferente. E as necessidades de cofragem aumentam com a complexidade da geometria da ponte. Sob este ponto de vista, a Aftetal joga na liga das estruturas mais exigentes - a sua altura, a geometria desafiante dos seus pilares, as enormes cabeças de pilares e, não menos importante, o seu comprimento e vão. Por princípio, também se confia em sistemas padrão para um tal projeto. No entanto, algumas áreas precisam sempre de ser resolvidas individualmente. Urban fala do “trabalho extra de engenharia” realizado em pontes, com soluções especiais e planeamento de interfaces, sem os quais não seria possível. Um bom fornecedor de cofragem não entrega apenas componentes e sistemas. Sabe como obter o máximo deles para o projeto. Trata-se de segurança de processos, prazos e custos.

“Recebemos projectos e depois ouvimos muitas vezes: deve ter algo já feito na sua gaveta”, acrescenta Mühlnickel. Só que: em certas pontes, não há gavetas. A pessoa senta-se com os parceiros do projeto, envolve a equipa, planeia, calcula, verifica, revê, reencontra e coordena mais. “É uma luta para encontrar o melhor conceito, que idealmente é também o mais seguro”, diz Mühlnickel. “Afinal de contas, os trabalhadores querem voltar a casa à noite em segurança para junto das suas famílias”. E mesmo que o perigo de queda seja evitado, é também importante que o equipamento seja ergonómico e minimize o esforço físico.

Cabe à Doka ser um bom conselheiro para os parceiros e apontar as vantagens e desvantagens deste ou daquele método, tomar as decisões certas em termos de provisão e tempo de implementação e, além disso, conceber soluções que sejam boas para a saúde e a vida; Return on Prevention, como é chamado no jargão. Porque, como os estudos demonstraram, cada euro investido em ferramentas de trabalho seguras e ergonómicas compensa duas e três vezes mais.

Assim, antes que uma ponte, no verdadeiro sentido da palavra, possa ser construída, as pontes interpessoais têm de ser construídas primeiro. Só assim é que grandes coisas, como a Ponte Aftetal, podem ser criadas. Para os pilares maciços, a empresa de construção responsável Max Bögl confiou no princípio da cofragem autotrepante. O sistema poderoso e totalmente hidráulico da Doka avança com precisão para cima, ciclo a ciclo. Sempre entre cinco e seis metros, até às cabeças dos pilares em forma de V, que mais uma vez exigiram outra solução especial dos peritos em cofragem.

Foi aqui que a equipa de pré-montagem de cofragem entrou. Este serviço Doka compensa, especialmente quando se trata de tarefas de montagem não rotineiras, tais como erguer e desmontar ou mover a cofragem de uma cabeça de pilar para a outra - especialmente porque o serviço interno Doka resulta em menos interfaces e trabalho de coordenação para o estaleiro. A propósito: para além da poupança de custos, é sempre o fator tempo que torna os parceiros do projeto abertos a soluções inovadoras ou não convencionais. Para a Ponte Aftetal, Max Bögl utilizou dois carros de tabuleiros mistos para unir a armadura de aço ao betão da laje da faixa de rodagem. Para a construção das abas das pontes, estava em ação um carro de cofragem composto por dois carros de cofragem para parapeitos, os chamados carros de cofragem TU. Este “pas de deux” poupou muito tempo, como os engenheiros resumem com satisfação - especialmente porque o estaleiro também aqui confiou nos profissionais experientes da pré-montagem de cofragem.

O que permanece na memória do projeto da Ponte Aftetal após quatro anos?
A alegria de ter cuidado dela integralmente. Que foi dada uma elevada prioridade à questão da segurança. E o aconselhamento e o serviço ficaram também no topo na lista. E não é só porque os termos alto, amplo e acima fazem parte da natureza das estruturas das pontes.

Resumo:

Projeto: Nova construção da circular de Bad Wünnenberg, ponte Aftetal, B 480n
Local: Bad Wünnenberg, Alemanha
Dono da obra:: Straßen.NRW - Agência estatal de construção de estradas
Empresa de construção: Grupo de empresas Max Bögl
Sistemas de cofragem: Cofragem autotrepante SKE100 plus, cofragem de grande superfície FF 20, cofragem de grande superfície Top 50, Carro de tabuleiros mistos, carro de cofragem TU
Serviços: Processamento técnico, análise estrutural, pré-montagem de cofragem, capataz de obra, gestão de projetos
Período de Construção: 2016 a 2022
Vista geral de produtos e serviços
Projetos da Doka a nível mundial

Também poderá estar interessado em:

Doka investe na produção do futuro

17.08.2021 | Imprensa

BIM no centro das atenções

19.11.2020 | Imprensa

Tem alguma dúvida sobre este artigo? Contacte-nos!

Os campos assinalados com * são de preenchimento obrigatório.
* Preencha todos os campos.
A mensagem não foi enviada, por favor, tente de novo dentro de alguns instantes!
Obrigado por ter colocado esta questão à Doka!

Iremos tratar da sua questão com a maior rapidez possível.